Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais x

Política de Privacidade

  1. O compromisso do Grupo Vitalino

O Grupo Vitalino compromete-se ao estrito cumprimento da legislação de proteção de dados em vigor a cada momento em cada uma das jurisdições em que se encontra presente e a garantir a efetividade dos direitos que dela decorram.

Por favor, leia a presente Política de Privacidade que descreve como tratamos os seus dados pessoais e como pode exercer os seus direitos enquanto titular de dados pessoais tratados pelo Grupo Vitalino.

 

  1. O responsável pelo tratamento de dados

No âmbito das suas atividades, O Grupo Vitalino é a entidade responsável pela recolha e tratamento de dados pessoais, os quais são processados e armazenados de forma automatizada e não automatizada, pretendendo assegurar com rigor, eficácia e segurança a proteção de todos os dados.

 

  1. Dados Pessoais, titulares de dados pessoais e categorias de dados pessoais

 

De quem recolhemos dados pessoais?

Atendendo ao mercado em que atua - Entidades públicas e privadas, tais como: hospitais, clínicas e centros médicos, lares, clubes desportivos, particulares e profissionais de saúde. A empresa tem uma forte presença na área da revenda, mas também na venda direta ao consumidor final. Face a esta realidade para execução das atividades de comércio são recolhidos e tratados dados dos seguintes tipos de pessoas singulares (lista não exaustiva):

  • Clientes e respetivos colaboradores
  • Fornecedores e respetivos colaboradores
  • Prestadores de serviço e respetivos colaboradores
  • Candidatos e estagiários
  • Participantes em eventos

 

Que dados pessoais tratamos e como os recolhemos?

O Grupo Vitalino apenas recolhe dados considerados adequados, pertinentes e limitados à sua atividade de comércio.

A recolha dos seus dados pode ser feita oralmente, por escrito (nomeadamente através de e-mails, formulários e contratos), bem como através do website do Grupo Vitalino.

Para execução da finalidade acima mencionada, poderemos recolher os seguintes tipos de dados pessoais:

  • Dados de identificação (como o nome, cartão do contribuinte)
  • Dados de contacto (como o telemóvel, morada ou e-mail)
  • Dados bancários, financeiros e transações (como IBAN ou número de identificação fiscal)
  • Imagens recolhidas através de sistemas de videovigilância
  • Em regra, o Grupo Vitalino não recolhe dados sensíveis, como dados de saúde ou dados referentes a contraordenações ou ilícitos criminais

 

  1. Fundamentos e finalidades do tratamento de dados pessoais

Todos os dados recolhidos e tratados pelo Grupo Vitalino têm por fundamento uma das seguintes condições de legitimidade:

  • O consentimento: Quando a recolha é precedida do seu consentimento expresso, específico e informado, através de suporte escrito ou via web.
  • A execução de contrato ou diligências pré-contratuais: Quando o tratamento é necessário para a execução de um contrato no qual é parte ou para diligências pré-contratuais. Esta condição estará preenchida quando tratamos os seus dados para efeitos de gestão de programas e protocolos de financiamento e de cooperação ou de contratos de fornecimento e prestação de serviços.
  • O cumprimento de obrigações legais: Quando o tratamento é necessário para o cumprimento de uma obrigação jurídica. Aqui se inclui, por exemplo, a comunicação de dados junto de outros organismos públicos (nacionais e comunitários), fiscais ou judiciais.

 

Quais as finalidades para as quais recolhemos os seus dados?

Os dados pessoais recolhidos pelo Grupo Vitalino apenas são processados para fins específicos, explícitos e legítimos. Sempre que sejam recolhidos dados pessoais, os mesmos destinam-se exclusivamente às finalidades expressamente identificadas aquando da recolha. Elencamos aqui as principais finalidades que justificam a recolha de dados pessoais pelo Grupo Vitalino:

  • Comércio de bens e serviços na área médica e hospitalar
  • Contratualização e gestão de programas e protocolos de financiamento e de cooperação
  • Gestão de eventos promovidos pelo Grupo Vitalino
  • Contratualização de contratos de fornecimento e de prestação de serviços
  • Segurança Física das Instalações e Pessoas
  • Cumprimento de requisitos legais no âmbito da atividade exercida

 

  1. Período de conservação de dados pessoais

O Grupo Vitalino trata e conserva os seus dados apenas durante o período necessário à prossecução ou conclusão das finalidades do tratamento a que se destinam, em respeito pelos prazos máximos necessários para cumprir com obrigações contratuais, legais ou regulamentares.

Regra geral, e quando exista um contrato que legitime o tratamento dos seus dados, o Grupo Vitalino irá manter os dados enquanto se mantiver a relação contratual. Outras circunstâncias existem, como o cumprimento de obrigações legais ou regulamentares, bem como a pendência de um processo judicial, que podem legitimar que os seus dados sejam conservados por período de tempo superior.

Findo o período de conservação, o Grupo Vitalino procederá à eliminação dos referidos dados.

 

  1. Direitos dos titulares dos dados

Direito de acesso: direito que lhe permite obter informação relativamente ao tratamento dos seus dados e respetivas características (nomeadamente o tipo de dados, a finalidade do tratamento, a quem podem ser comunicados os seus dados, prazos de conservação e quais os dados que tem de fornecer obrigatória ou facultativamente).

Direito de retificação: direito que lhe permite solicitar a retificação dos seus dados, exigindo que estes sejam exatos e atuais, como por exemplo, quando considere que os mesmos estão incompletos ou desatualizados.

Direito à eliminação dos dados ou “Direito a ser esquecido”: direito que lhe permite solicitar a eliminação dos seus dados, quando considere que não existem fundamentos válidos para a conservação dos dados e desde que não exista outro fundamento válido que legitime tal tratamento (como a execução de um contrato ou o cumprimento de uma obrigação legal ou regulamentar).

 

Como pode exercer os seus direitos?

Todos os direitos supra descritos poderão ser exercidos, com as limitações previstas na legislação aplicável, mediante pedido por escrito, a ser remetido através do e-mail geral@grupovitalino.pt ou sendo um utilizador registado na nossa loja on-line poderá clicar aqui.

 

  1. Transmissão de dados

Atendendo às necessidades da atividade do Grupo Vitalino, e dependendo da respetiva finalidade, os seus dados poderão ser partilhados junto de entidades terceiras, nas quais se incluem organismos públicos nacionais e internacionais e entidades privadas para efeitos de cumprimento de obrigações legais ou regulamentares, contratuais ou funções de interesse público.

Poderão ainda os seus dados ser acedidos por prestadores de serviços/ fornecedores do Grupo Vitalino, considerados necessários para a execução das finalidades supra descritas, nomeadamente no que respeita a serviços de segurança de informação e de arquivo e prestação de assistência técnica a equipamentos fornecidos.

 

  1. Política de Cookies

 

O que são cookies?

Uma cookie é um pequeno pedaço de texto enviado para o seu navegador por um site que você visita. Ela ajuda o site a lembrar de informações sobre a sua visita, como o seu idioma preferido e outras configurações. Isto faz com que a sua próxima visita seja mais fácil e o site mais útil. As cookies têm um papel importante. Sem elas, a navegação na internet seria uma experiência muito mais frustrante.

Os cookies usados pelo Grupo Vitalino no site www.grupovitalino.pt não recolhem informações pessoais que permitam identificar o utilizador.

No nosso site usamos cookies apenas para oferecer uma melhor experiência a nível de utilização. Exemplos de algumas cookies que nós usamos:

  • site_lang - Idioma do visitante
  • user_res - Resolução do visitante
  • new_user - Primeira vez no site

 

Desativar a utilização dos cookies

Todos os browsers permitem que o utilizador aceite, recuse ou apague os cookies através da seleção das configurações apropriadas no seu browser. Assim, os utilizadores podem desativar a utilização dos cookies. No entanto, é importante destacar que a desativação dos cookies pode impedir que alguns serviços da web funcionem corretamente, afetando, total ou parcialmente, a navegação.

 

  1. Legislação

O tratamento de dados de caracter pessoal de todas as partes interessadas realizado pelo Grupo Vitalino, bem como o envio de comunicações comerciais realizadas por meios electrónicos estão em conformidade com a legislação nacional e comunitária em vigor, nomeadamente pelo Regulamento Geral de Protecção de Dados, em vigor desde 25 de Maio de 2018.

 

Última atualização: 23 de maio de 2018